Contato

Fones p/ contato: Claro 83 9196 6079
Tim 83 9828 8984

quarta-feira, 19 de dezembro de 2012

Homem irritado com companheira atira no próprio pé e é preso por vários crimes em Patos


Mulher não queria se reconciliar com Gilson, o que deixou ele com raiva

 O desempregado Gilson Angelim de Lucena, conhecido como Gilson Lobão, foi preso na noite da última terça-feira (18), no município de Patos. Segundo informações, a Polícia foi chamada após os vizinhos escutarem vários disparos de arma de fogo. Logo, uma guarnição da ROTAM do 3° BPM, sob o comando do cabo Avelino, foi até o local verificar a denuncia.
De acordo com os policiais, o acusado estava discutindo com sua esposa, que está grávida, e começou a ameaçá-la com uma arma, já que ela não queria se reconciliar com ele. Gilson começou a atirar para o chão e um deles acabou atingindo um dos dedos de seu pé.
Antes da Polícia chegar na casa do suspeito, ele já havia se dirigido ao Hospital Regional de Patos. Quando Gilson soube que tinha policiais no hospital, ele tentou fugir, mas foi capturado e recebeu voz de prisão do tenente Guedes.
Com autorização da companheira de Gilson, a polícia realizou uma busca em sua residência onde foram encontradas as quantias de R$ 1.663,55 e U$$ 2, 137 pedras de crack pequenas e duas pedras de crack de tamanho médio, 53 trouxinhas de maconha, 18 tabletes pequenos de maconha, um tablete grande de maconha, sete vidros pequenos vazios, meio litro de cloro forme, um litro de tirner, um frasco com uma pequena quantidade de loló, um aparelho celular marca IPS-1000 digital Scale de cor cinza,três facas, uma pochete de cor preta, uma bolsa baú media de cor preta, um revolver cal 38 marca Rossi nº D630340, 16 munições cal 38 intactas, quatro munições cal 32 intactas, cinco estojos de munições deflagradas, sacolas plásticos, uma moto Honda CG 125 KS de cor vermelha, placa CZT-0858, chassi nº 9C2JC3010YR066268, todos os objetos aprendidos em poder do acusado.
O acusado foi conduzido para a Delegacia de Polícia Civil, juntamente com o material apreendido, onde foram apresentados ao delegado de plantão, para os procedimentos que o fato requer.
Gilson foi indiciado pelos crimes de porte ilegal de arma, tráfico de entorpecentes e enquadrado na Lei Maria da Penha.
Fonte: http://www.wscom.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário